Ex Improviso

Mínimo sou, mas quando ao Nada empresto a minha elementar realidade, o Nada é só o Resto. Reinaldo Ferreira

My Photo
Name:
Location: Lisboa, Portugal

Dizem que sou como o sol mas com nuvens como na Cornualha

Saturday, May 06, 2006

Sabes o que é a vida?

Sempre que faço anos o meu pai faz-me a mesma pergunta com o ar mais sério deste mundo, escondendo uma brincadeira cada vez mais antiga entre nós, à medida que os anos passam.

- Leonor, tu sabes o que é a vida?
- Se eu sei o que é a vida? – Ponho um sorriso. Alinho na brincadeira, ao mesmo tempo que penso no que é realmente a vida. – Não! Sinceramente… acho que não sei.
- E tu queres que eu te explique?
- Quero! – digo eu, esperando a explicação do costume, repetindo cada palavra no silêncio da minha mente por conhecê-las tão bem.
- A vida… - diz o meu pai, fazendo uma pausa longa propositada para dar a importância máxima que ele quer dar ao assunto falado ano após ano – a vida… são férias que a morte nos dá.

Desato a rir. É a sua forma de me dar os parabéns e dizer que a morte me deu mais um ano de férias. Mas fico a pensar no que é a vida...


da Leonor


(Agradeço do fundo do coração os parabéns que me deram aqui nos comentários)

35 Comments:

Anonymous JMC said...

A isso, chama-se sabedoria e experiencia de vida.
Bom fim de semana.

JMC

12:50 PM  
Blogger AS said...

Querida Leonor, espero que tenhas tido um feliz dia de aniversário! Lamentávelmente só agora constactei que ma havia enganado na data... tenho a certeza que estiveste rodeada por muitos e carinhosos afectos e, sobretudo, pelo amor dos que te são mais próximos.
Quanto á explicação do teu pai apenas te digo que contra factos não há argumentos... como ele tem tazão!...

Um beijo e os meus atrasados parabéns!

3:30 PM  
Blogger AS said...

Querida Leonor,
Quero ainda deixar aqui um abraço à maravilhosa mãe que és!... Não podia deixar de o fazer!!!

3:35 PM  
Blogger lena said...

Leonor, menina linda, com saudades de te ler

atrazados vão os meus parabéns, num abraço de trenuna

e como concordo com o teu pai

obrigada pelo teu carinho e hoje sábado consegui ficar aqui um pouquinho para ler e encantar-me com o que partilhas, vou tentando vir lentamente

beijinhos muitos para ti, doce Leonor

lena

3:56 PM  
Blogger Henrique Santos said...

A vida é não morrer,
quando a luz se apaga,
quando me deixas só...
A vida é cantar feliz,
quando apetece chorar,
porque estou só...
A vida é olhar-te,
com os olhos vendados,
porque não estás...
A vida é esperança,
para suportar os horrores:
a fome,
o abandono,
a injustiça,
a indiferença,
a morte!
No Caminho,
na verdade,
e na Vida,
O encontraremos,
e a Vida resplandecerá!

Bjinhos duplos também pelo aniversário,
Ricky

4:35 PM  
Blogger Leonoretta said...

Para JMC

a experiencia de vida... porque nao nascemos a saber? rsss

bom fim de semana

5:04 PM  
Blogger António said...

Querida Leonor!
Em primeiro lugar quero deixar aqui marcada a data do teu aniversário e desejar-te muitas felicidades.
Já estás a ficar "velhinha"...qualquer dia apanhas-me!!!!

Quanto ao texto...o costume!
Delicio-me a ler-te!

Muitos beijinhos

7:09 PM  
Blogger AmigaTeatro said...

Aiiii... quando foi que fizeste anos, quando, quando???

Em todo o caso, muitos parabéns, Leonor! Se não o disse aproveito agora para o dizer, adoro esse nome. Tanto, tanto que um dia quando tiver uma menina chamar-se-á Leonor :D
Achei a altura propositada para o dizer pois há alguns anos uma menina nasceu e tiveram que lhe dar um nome... Leonor!

Um beijo muito, muito grande de Parabéns atrasados :))

(E gostei da definição de Vida hehe

9:33 PM  
Blogger Luisa said...

As palavras do teu Pai são sábias! Aproveito para te dar os parabens e também para agradecer a visita ao meu blog.

12:57 AM  
Anonymous Ana Joana said...

Olá Leonor!

O teu pai tem muita razão: "a vida são férias que a morte nos dá". E o que queremos das férias? Que sejam o mais agradáveis possivel, divertidas e simultaneamente descansadas, cheias do que nos encher a alma. Enfim, que sejam aquele tempo em que nos dedicamos a nós prórpios, aquilo que nos dá mais prazer. Ou seja, as férias são exactamente aquilo que A VIDA DEVIA SER! Bom mestre o teu pai.

Muitos beijinhos para ti
Ana Joana

1:00 AM  
Anonymous Cris said...

Tudo dorme, cá em casa. Até eu devia estar a dormir mas o bandido do sono não vem quando queremos.
Já li este teu texto sei lá quantas vezes!
Acho que já é meu,por direito(Não me interpretes mal, an?)
É que cada vez que o leio, mais vontade tenho daquela pergunta que o meu pai me fazia a rir:
- Tu vais ter muitas saudades minhas, Cristalina, quando eu me for embora?
Eu ria-me e respondia-lhe:
- Eu? Eu vou é livrar-me de uma peseta!
Sempre o imaginei eterno. Nunca me imaginei sem ele, Leonor.
Hoje, apetecia-me ouvir dele aquela pergunta só para lhe poder responder:
- Bolas, pai! Tu não fazes a mínima ideia da saudade que eu tenho dessas tuas perguntas tontas e das minhas respostas ainda mais idiotas!
Éramos capazes de diálogos completamente sem nexo, recordas-te? Mas como eles faziam tanto sentido quando eu estava a passar-me e me davas a volta e me punhas a rir, e eu ficava bem, assim, sem dar conta do bem que me fazias.
Se vou ter saudades?
Sabes lá tu quanto, pai!Sabes lá tu!


Beijo grande, Professorinha.
Feliz dia da Mãe, Feliz Aniversário, e, mais do que tudo, Felizes dos que são teus!

5:53 AM  
Blogger mitro said...

A nossa vida é o conjunto de memórias que dela temos!
A vida no seu sentido mais geral e maior é o presente de Deus, que o Diabo estragou!

1:06 PM  
Blogger Luh said...

Neste dia da mãe um abracinho especial para ti.

2:21 PM  
Blogger José Gomes said...

Amiga,
O teu Pai é uma pesoa sábia...
Sei que não te dei os parabéns no teu dia, mas sabes aue a minha casmurrice faz essas asneiras de vez em quando. Mas pensei em ti e isso foi bom.
Abri um livro de Pablo Neruda e dedico-te isto:

Era o meu coraçãoi uma asa viva e turva
e pavorosa asa de anelo.

Era Primavera sobre os campos verdes.
Azul era a altura e era esmeralda o chão.

Ela - a que me amava - morreu na Primavera.
Recordo ainda os seus olhos de pomba em desvelo.

Ela - a que me amava - fechou os olhos. Tarde.
Tarde de campo, azul. Tarde de asas e vooos.

Ela - a que me amava - morreu na Primavera.
E levou a Primavera para o céu.


Crepusculário
Pablo Neruda

2:40 PM  
Blogger Mocho Falante said...

olhaaaa a nossa querida Leonoreta fez aninhos....muitos parabens minha querida. E que grande pai que tens! Belo ensinamento sobre a vida

beijocas

7:33 PM  
Blogger a lice said...

Gostei de passar por aqui!:)

9:12 PM  
Blogger LUA DE LOBOS said...

Parabèns!!!
e a propósito tens ideia do que é a vida??:)
A autora Maria de São Pedro, a Papiro Editora e a Fnac têm o prazer de convidar V.Exas. a estarem presentes para o lançamento do livro GATO PEDRA no dia 19 de Maio, pelas 19.00h na Fnac - Cascais Shopping.

O segundo lançamento será a 25 de Maio, em Lisboa, na ESCUDERO - Galeria de Artes e Letras - Av. Maria Helena Vieira da Silva nº 37-B, na Alta de Lisboa / Quinta da Lambert ( Metro: Quinta das Conchas ), em Lisboa.

10:08 AM  
Blogger Nilson Barcelli said...

O teu pai é um filósofo. Gostei da frase...

Pensei que os teus filhos fossem mais novos. Os meus rapazes têm idades muito iguais aos teus (26-23).

Beijos e boa semana.

12:24 PM  
Blogger augustoM said...

Não penses que o teu pai não tem razão. Porquê a morte tem de ser o fim da vida e não a vida o fim da morte? Isto dava um bom tema para ser escrito.
Um beijo. Augusto

1:23 PM  
Blogger individuo said...

PARABÉNS minha querida Leonor
(Um pouco atrasado mas espero que ainda conte!) Espero que faças muitos e bons, sempre ao lado daqueles que mais amas!

E a vida? A vida é aquilo que fazemos dela - uma frase banal, sim... mas com alguma verdade.

Um abraço, 8)

10:08 PM  
Blogger Menina_marota said...

Antes de mais, Parabéns pelo teu aniversário (ando sempre atrasada, nestas datas...)

O teu Pai, tem a sabedoria e a maturidade aprendida com a experiência e o significado que recolhe da Vida.

Adorei o teu texto!

Um abraço carinhoso e mil felicidades ;)

12:49 PM  
Blogger Marco Aurélio said...

Leonoretta

Essa de celebrar cada dia de vida e sempre pensar que a morte nos deu mais uma chance é a tradução do que penso quase todas as noites. Te ví lá no blog do Mocho. Arquimedes, Copérnico ,Newton, Galileu, Einstein e Hawkins também para mim são fonte de muita inspiração. Sou matemático por profissão e amor. Depois apareça...

Um abraço

Marco Aurélio

1:10 PM  
Anonymous mar said...

E o teu Pai tem toda a razão.
Beijos e parabéns

5:42 PM  
Anonymous Friedrich said...

Então e o meu romance não estás a acompanhar, se estás não comentas!?:)) Agora afastei-me da má política, procuro apenas o comportamento humano que a desacredita, é muito mais saudável e não dá tantas dores de cabeça. Abraço a poesia com ambas as mãos mas só uma a escreve, a outra faço festas e carícias em prosa... Vá lá, vai até lá e deixa a marca da tua passagem!

Beijos Abraços e força na língua... Como quem diz: - Nas teclas!

6:43 PM  
Blogger travessias said...

Então, Parabens, atrazados mas sinceros.
Por lá (Travessa) temos andado muito parados.

7:08 PM  
Blogger Leonoretta said...

Para Ana Joana

bom mestre o meu pai! eu tambem acho ana joana. sabes que ele consegue rir sempre...
nao puxei a ele. e no entanto é o que eu mais gosto de fazer. rir.

beijinhos da leonoreta

10:11 PM  
Blogger augustoM said...

Leonor já está a primeira publicação no Cultural mente, uma pequena dissertação sobre a vida, com a veleidade de estar em verso, não bem em verso, mas rimando. Como poeta sou um zero à esquerda.
Um beijo. Augusto

9:17 PM  
Anonymous batista filho said...

Para um bem... para um bem - bem grande! - um beijo estalado, um abraço apertado - que só se dá em quem se quer muito bem: as pessoas por quem sentimos ser diferentes das demais, verdadeiramente amigas-irmãs, irmãs-amigas.
Parabéns, Leonor!

5:16 AM  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Leonor
palavras sábias, que mais do que tudo, sabem bem...
Um beijo e parabéns
Daniel

8:03 PM  
Blogger António said...

Querida Leonor!
Vim aqui só para te agradecer o teu "comment" ao meu 11º Diálogo (o das duas divorciadas...tão diferentes e que representam modos de ver a sociedade quasi opostos)

Beijinhos

6:58 PM  
Blogger Tit said...

Muito muito atrasados, venho sussurrar parabéns...
Muito interessante a lógica do teu Pai.

11:30 PM  
Blogger Macillum said...

A soma de todos aqueles que cá estiveram, mais aqueles que cá estão, mais aqueles que ainda aqui vão estar, é igual à diferença de opiniões sobre o que é a Vida.

5:19 PM  
Anonymous Anonymous said...

That's a great story. Waiting for more. » » »

6:52 AM  
Anonymous Anonymous said...

Enjoyed a lot! Buy incorporating online information search nutritional supplements 2000 dsl internet service Didrex no prior prescription Elrancho slot machines Dsl and broadband internet Online fluoxetine no md visit anime porn fucking video Javascript see www mordenandkemp ca dental plans Keyword bextra boards botox pics Trip travel insurance debt consolidation loan Pebble beach golf resort patent 6893147 internet access for the http://www.domain-name-hosting-8.info/free-digital-photo-printing-online.html Isdn modem ppp protocol targeted email marketing http://www.storage-box-lingerie.info/Advantagesadvantagessdmemorycards.html Communication dsl frontier

10:17 AM  
Anonymous Anonymous said...

Enjoyed a lot! »

6:15 PM  

Post a Comment

<< Home