Ex Improviso

Mínimo sou, mas quando ao Nada empresto a minha elementar realidade, o Nada é só o Resto. Reinaldo Ferreira

My Photo
Name:
Location: Lisboa, Portugal

Dizem que sou como o sol mas com nuvens como na Cornualha

Saturday, April 22, 2006

Ritmos e Ciclos

Comprei o Borda D’Água! Não resisti. Acho graça àquele almanaque que fala sobretudo de agricultura. Não que me interesse propriamente pela época oportuna de semear salsa, coentros e rabanetes em vasos que colocaria junto à janela da minha marquise onde estendo a roupa mas porque fala também de outras coisas, entre as quais, de ritmos e ciclos que orientam a vida das pessoas.

Segundo o referido livrinho, distribuído pela Editorial Minerva, pela módica ou pela exorbitante quantia de 1 euro e 25 cêntimos, consoante se a pessoa é miserabilista ou perdulária, o ano, para o mais comum dos mortais, não começa no 1º de Janeiro mas no dia do seu aniversário.

Explicando melhor: a Primavera e o Verão são os seis meses que se seguem logo imediatamente ao dia do aniversário e são meses de muita produtividade e de júbilo porque, salvo dois ou três dias negativos que surgem pelo meio, tudo corre pelo melhor. Aproveita-se então para colocar em prática desejos, sonhos e projectos pendentes pois as suas possibilidades de realização são quase certas.

Depois… surgem o Outono e o Inverno que trazem nuvens cinzento carregado pelo que o melhor é ficar quieto e, dar graças a Deus, se conseguirmos levantarmo-nos de manhã e deitarmo-nos à noite, visto que, como diz Mário Mata “há dias em que um homem de manhã que não pode sair à tarde nem voltar de madrugada”.

Assim…(sempre depois do dia do aniversário)

pelos 30 e 36 dias a pulsão é muito positiva.
Pelo 45 dia cuidado com dois dias negativos que podem colocar a nossa vida de pantanas.
Entre os 60 e 75 dias volta a ser uma época positiva.
Pelo 90 dia surgem tensão e dificuldades.
O 120 dia é a melhor época do ano porque começa o verão.
Pelo 135 dia "watch out again" ou ainda, "Hang on!"
Porém, pelo 144 dia começa uma altura muito auspiciosa.

Todavia, pelo 180 dia surgem as dificuldades com a entrada no Outono.
E daí para a frente é tudo a decair. Não saiam da cama. Metam atestados, baixas, e não vão trabalhar.

Resta-nos esperar ansiosamente pelo dia de anos outra vez.
da Leonoreta









35 Comments:

Anonymous JMC said...

Já que comprou e falou no Borda D´água, vieram-me a ideia, algumas considerações sobre essa publicação, que julgo anual, assim:
Lembro-me dela desde criança, e já la vão uns bons anos.
Ao que julgo pelo que li em alguns numeros que comprei, não mudou o editorial.
Quanto ao grafismo, parece que se mantem deste sempre.
Os temas tratados, são os mesmos, actualizados, ás novas mudanças.
Não teve interrupções de publicação.
Utiliza apenas papel branco com impressão a negro.
Tem um preço acessivel para uma publicação periódica.
Tem leitores a nivel Nacional.
Vende-se.
Bom se calhar esta é uma formula de sucesso, para qualquer publicação que se prese de o ser, porque o que vemos hoje em dia, é mesmo revistas, jornais que nem um Ano chegam a durar.
Quanto ao conceito anual de que o ano começa a partir da data de aniversario, como faço anos dentro de dias, vou estar com atenção a essas variações e ver se realmente, as coisas se passam assim.

JMC

2:08 PM  
Blogger António said...

Querida Leonor!
Do que tu te foste lembrar!
Não! Não é de comprar o Borda d'água porque era eu menino e moço e já lá em casa dos meus pais todos os anos se comprava (para se saber o tempo, salvo erro) essa velhíssima publicação.
É de fazeres um post sobre ele!
Continuas a saber aproveitar os mais pequenos detalhes para nos deliciares com a tua escrita e o teu humor sereno.
Eu já estou no Verão!
E tu?
ah ah ah

Beijinhos

(como vai a tua saúde, querida amiga?)

3:28 PM  
Blogger SaltaPocinhas said...

será que os nossos deputados fazem todos anos no mesmo dia??
Também costumo ter esse livrinho todos os anos, mas este ano ainda não tenho...é que por aqui só se encontra em feiras!

3:34 PM  
Blogger travessias said...

O Borda D`Água é livrinho que nunca perco. Quanto mais não seja pela sua graça.

7:33 PM  
Anonymous Ana Joana said...

Só tu mesmo Leonoretta! Com tal previsão os signos e outros antevisores perdem toda a clientela, não é? eheheh

Sempre tive um certo fascinio pelo Borda d'Agua nem sei bem porquê. Todos os anos pego nele, folheio-o, ensaio levá-lo para casa mas acabo sempre por o deixar ficar rsss. Os conhecimentos, quase todos empiricos, que transmite despertam a minha curiosidade e quase me enternecem. E não será pelo preço certamente que náo o compro. Nem sei mesmo porque será.

Obrigada por mais este texto.
Beijinhos

Ana Joana

(para qdo o proximo livro?)

7:40 PM  
Blogger Leonoretta said...

Para JMC

tal e qual JMC, tal e qual. o livro continua exactamente na mesma. creio que é por isso que não resito a comprá-lo. torna-se um símbolo de fidelidade à minha infância. talvez... não sei bem!

abraço da leonoreta

7:45 PM  
Blogger Leonoretta said...

Para Ana Joana

oi!
realmente tal como disse ao JMC e tal como dizes, o livro é fascinante. uma coisinha de papel reciclado (creio) com a mesma impressão e de conhecimentos empíricos (que são a ciência de quem os pratica no dia a dia).

uma história já está na forja. oportunamente são os meus miudos que me deram o feedback e estão a fazer-me os desenhos. são uns amores.

começei a semana passda um projecto sério. vai dar muito que fazer. (mas agradeço muito o teu interesse.

beijinhos da leonoreta

7:49 PM  
Blogger almaqueabsorveaslagrimas said...

Tudo o que sei sobre este nome "Borda D'Agua" é que é um exelente restaurante com o melhor cherne grelhado cá da ilha! LOL :x Mas fora isso, nao sei do que se trata. MAs pelo que vejo, tens aquela criança dentro de ti sempre ansiosa pelos momentos bons. E isso é bem positivo ;)

beijinho ****

11:16 PM  
Blogger AS said...

Na matemática da vida
Sobra sempre alguma mágoa
Ou alguém arrependida
Por não ler o Borda d´Água...


Para ti... com um beijo!
Espero que já esteja tudo bem contigo!...

11:27 PM  
Blogger Miguel Sousa said...

aqui nos açoes, as gentes da terra compram o almanaque...e este ano parece que vai chover ó abril todo..não +e que estão acertando eh eh

1:18 AM  
Anonymous josé gomes said...

Hoje nãio vou comentar.
Por muitas razões.
Não que o teu artigo não dê "pano para esticar", mas porque estou num dsaqueles dias não...
E vai perdurar pelo menos até ao dia 26...
Depois vê-se.
Um abraço, minha amiga, talvez fique por aqui.

11:20 AM  
Anonymous josé gomes said...

Enganei-me na assinatura, essa é a da Sónia.

11:21 AM  
Blogger Isabel-F. said...

Um almanaque que nunca deixo de comprar.

Desejo-te Bom Dia e Bom Domingo. Deixei-te um desafio no meu Blog.
É por uma boa causa. Beijinhos

12:55 PM  
Blogger António said...

Querida Leonor!
É sempre um prazer receber-te lá em casa.
Vou ficar a aguardar o teu diálogo de mulheres (no ou sobre cabeleireiros)...eh eh

Beijinhos

2:23 PM  
Blogger lena said...

doce Leonor

vir ler os teus "Ex Improviso", já me deu alguma força,
não foi a primavera que me afastou,
teve que ser, era uma necessidade que andava a adiar sempre, até que chegou o dia que tive mesmo que parar, ainda não estou com forças para continuar a postar, mas quis fazer uma visita, dizer que vai tudo correr bem e vou voltar,
faz tempo que não leio o Borda D´água e a saudade bateu, era o meu pai que o comprava, recordar, foi bom

saudades de ti , vou tentando acompanhar-te, vou tentar voltar logo que esteja recuperada

beijinhos muitos para ti, menina linda e obrigada pelo teu carinho

lena

3:27 PM  
Anonymous Anonymous said...

Olá, Leonor!
Bonito texto!
Já que tens o Almanaque, podes ver quando começa a Primavera?
Por norma começava a 21 de Março, mas agora...estou com dúvidas!
Um grande beijinho,

5:42 PM  
Blogger Luisa said...

Eu não dispenso o borda d´água. Tem coisas interessantíssimas!

6:57 PM  
Blogger Bárbara Vale-Frias said...

Qualquer coisa que escreva, jamais írá superar o comentário do frog! :)

Queria só dizer que costumo comprar o Borda D'Água mas nunca o leio, remetendo-o para os meus pais. Não sei se o compro para ajudar quem o anda a vender, se pelo hábito de ver a minha avó a fazê-lo enquanto era viva. Como dela herdei uma série de amigas, acho que também herdei certos hábitos...

Bjs

10:37 PM  
Blogger r.e. said...

ler o teu post depois de regar os meus coentros deu-me uma vontade imensa de ir comprar o Borda d'água. Beijinho. J.

12:21 AM  
Blogger Mocho Falante said...

As coisas que este belo almanaque nos ensina...

beijocas doces

2:29 AM  
Anonymous ferrus said...

É uma bíblia da agricultura e não só...era um anseio a sua publicação. Comprava-o com o meu falecido pai...mantenho a compra, como se fôssemos os dois ainda a adquiri-lo :-)
Que perdure!
Quanto a ti...do simples se faz belo, como é habitual no que postas. Beijinhos

1:15 PM  
Anonymous ferrus said...

E "falaste" em aniversário...será que tu...?

1:17 PM  
Blogger augustoM said...

Achei muita graça falares esta semana no Borda d'Água. Conheço esta publicação desde que me conheço a mim próprio e se hoje as moderniças lhe tiraram a importância, outras épocas houve em que era fundamental. Como horósco ou oráculo, nunca lhe conheci a reputação, mas como o guia do quotidiano, sobretudo das pessoas do campo, era verdaddeiramente notável. Talvez seja hoje incompreensível como toda a vida campesina estava condicionada a ele.
Quanto ao Culturalmente, não sei como fazer para participar. Fui ao endereço que indicavas, mas fiquei sem saber o que fazer. O que pretendes não é um blog onde possamos todos participar? Se for o caso, como acontece com outro onde participo, o Editorial, é nos fornecida a passeword para podermos publicar. Se quieseres manda um mail a explicar.
Um abraço. Augusto

3:13 PM  
Blogger Caracolinha said...

Querida, o borda d'água é mesmo a tua cara ... !!!!

É esse teu lado pedagógico que me deixa absolutamente rendida, acredita !!!!

Fica uma beijoca encaracolada em forma de cravo vermelho, por hoje ser o dia da LIBERDADE !!!!

6:04 PM  
Anonymous batista filho said...

:)

... não tem um livro desses por cá (pelo menos que eu conheça!), mas que gostei, gostei!

2:15 AM  
Anonymous batista filho said...

Leonor: sinto muito se não conseguiste postar lá na "ilha". Não tem nada de proteção nos comentários: mistérios da informática que não consigo decifrar. Por vezes várias pessoas mui queridas escrevem para o meu email reclamando pelo mesmo motivo... passado algum tempo os comentários aparecem - ou não! - sem que eu faça nada para tal, até porque sou uma nulidade nessa área!!! Sinto muito, amiga. Um abraço fraterno

12:46 PM  
Anonymous Arte por um Canudo 2 said...

Fiquei a conhecer um pouco desse almanaque pelo teu excelente relato.Parece-me pelo que leio que só são consideradas duas estações Primavera e Verão as épocas de produtividade. As outras é para dormir...acho interessante esta visão até porque gosto muito de dormir e principalmente no Inverno.Ainda vou aparecer no Borda D`àgua. Bjs

2:08 AM  
Blogger António said...

Querida Leonor!
Vim cá só para agradecer a tua visita ao meu post do "lambe-botas".
Mas aproveito para te perguntar como vai a tua saúde.

Beijinhos

8:49 AM  
Blogger António said...

Querida Leonor!
Vim cá só para agradecer a tua visita ao meu post do "lambe-botas".
Mas aproveito para te perguntar como vai a tua saúde.

Beijinhos

8:49 AM  
Anonymous Friedrich said...

Rir é um grande remédio, e foi o que fiz ao ler esta tua equação matemática. Mas não fico por aqui, porque alguns comentários, também são dignos da boa disposição... Fique a pensar nos atestados, e do não ir trabalhar; agora que se aproxima o bom tempo... Mas depois pensei melhor, e achei que não o deveria fazer, porque este país precisa do "meu trabalho" para poder progredir.

Depois, talvez o faça, quando vir todos a sorrir!

Um beijo, e que a saúde não te pregue partidas...

5:26 PM  
Blogger mixtu said...

todos os anos o compro...
jinhos e bom fds

10:55 PM  
Blogger ordePadamaR said...

Huumm... é capaz de gostar do Calendário Maia, pelo menos no que se refere aos ciclos

http://www.tortuga.com

12:39 AM  
Anonymous Anonymous said...

Saudações Leonor

Agradeço a divulgação que fez de um dos artigos do Borda d' àgua, do qual sou o director, nem que não seja por várias pessoas terem sentido alguma comunhão espiritual supra-temporal. Claro que o Borda não é só agricultura e graças a Deus sempre vai mudando de acordo com os directores, não só nos temmas, escritos, juizos do ano, mas até no grafismo.
Desejo-lhe boas leituras e felicidades para o seu blogue, e vida.
Pedro

12:15 AM  
Anonymous Anonymous said...

Excellent, love it! Hpnotic phone sex transexuals Cosmetic companies new zeland Truck rental in anna oh ohio Car cover tyvek Paoli indiana baseball homemade gate opener venlafaxine hot flushes Cadillac iran Wellbutrin and adverse reactions Bill planner free online Sectional sofa with massager Telephone splicers headsets gate opener china basic calling conference instructions average cost of plastic surgery breast reduction Winter tennis camp

5:28 PM  
Anonymous Anonymous said...

Cool blog, interesting information... Keep it UP video editing programs

8:52 AM  

Post a Comment

<< Home