Ex Improviso

Mínimo sou, mas quando ao Nada empresto a minha elementar realidade, o Nada é só o Resto. Reinaldo Ferreira

My Photo
Name:
Location: Lisboa, Portugal

Dizem que sou como o sol mas com nuvens como na Cornualha

Tuesday, November 15, 2005

Andei perdida no deserto e o Porto aqui tão perto



Telefonei à Elsa.

- Olha, sexta feira vais para baixo?
- Não, mas levo-te ao Porto se quiseres. Lá apanhas o comboio.
- O comboio?

Habitualmente vou de camioneta para Lisboa quando não vou de boleia de carro com a Elsa.

- Está bem, disse eu. Por acaso tenho um que sai às 17 e cinquenta.

Eu já tinha andado a ver todas as possibilidades de transporte de ida e volta à terra. Agora já posso dizer que vou à terra como as pessoas que moram em Lisboa mas que não são de lá. Têm uma terra. Há anos que eu não andava de comboio.

- Eu apanho-te às dez para as cinco. - disse a Elsa.
- Achas que dá? perguntei não conseguindo disfarçar o meu receio de ficar em terra.
- Então não dá?


Na estação de Campanhã, perdi o comboio. Não por ter chegado atrasada mas por já estar lotado. Tinha de ter feito reserva dias antes. Comprei bilhete para o comboio seguinte. A Elsa levou-me à linha em questão, não fosse eu apanhar o comboio para Bragança, e despediu-se.

Olhei para o relógio. Faltava uma hora para partir. Esperar é uma virtude, quem espera sempre alcança mas quem espera desespera. Peguei na minha mala preta, pequenina e gorda e rolei-a pela estação.

Depois de gasto o tempo a vasculhar o espaço a pente fino voltei ao sítio do embarque. No interior da carruagem outro contratempo me esperava. Tive de ser eu a colocar a mala, preta, pequenina mas gorda e, portanto pesada, na prateleira que ficava, no mínimo, meio metro acima da minha cabeça. Medi diversas vezes o esforço que eu iria fazer e os resultados que poderia daí obter. Pensei em pedir ajuda.

Mas, carago Leonor, no norte tens que ser uma mulher do norte. Peguei na mala. Senti-lhe o peso. Concentrei-me no balanço, no grito de Hércules (caso fosse necessário), e oooops! De uma assentada arrumei a mala na prateleira. Até que foi fácil.

Dêem-me um ponto de apoio e moverei o mundo, disse Arquimedes. O pior vai ser tirá-la. É que a gravidade é uma coisa nuito séria sendo para mim a única "verdade verdadeira". E embora Newton tivesse simplificado a teoria nestes termos:

F=(M1xM2x0000000000667/D²)
Onde:
F=força
M1=massa do primeiro objeto em questão
M2=massa do segundo objeto em questão
0,0000000000667=G, a constante gravitacional,

se usarmos a massa em quilogramas, a força em newtons, e a distância em metros temos de ter sempre muito cuidado com o que nos cai em cima da cabeça.

Sentei-me com o portátil ao meu colo a servir de mesa. Caderno a postos, caneta em riste, comecei a escrita deste post. Tentar que as letras saíssem mais ou menos direitas no papel devido às curvas deitadas do comboio foi uma experiência inovadora. De vez em quando um risco enorme atravessava a folha na direcção menos esperada. Para mim, evidentemente. Para as leis da física nada é aleatório.

A viagem lá continuou no seu andamento monótono pouca terra pouca terra e por fim terminou.



Como eu tinha imaginado, tirar a mala da prateleira exigia uma estratégia diferente da primeira. Colocar pede balanço. Tirar quer perícia. Alcei os braços na direcção da mala, consciente de uma nefasta catástrofe, mas eis senão quando, sem que eu lhe chegasse a tocar, a vejo mover-se, formosa e segura, da prateleira ao chão.

Foi o meu anjo, invísivel, silencioso, e às vezes atento, que deslizou súbito daquela dimensão etérea de cor azulada, onde se diverte a fazer loopings quando eu adormeço, e se fez matéria nesta, poupando-me aquele esforço.


da Leonor


NOTA:
- A cábula da teoria de Newton retirei-a algures da Net.
- As fotos, como sempre, são do VP, que matava os minutos de espera, na estação do Oriente, em Lisboa, ora com "flashadas" Nikon ora com "flashadas" Canon.

35 Comments:

Blogger Mocho Falante said...

Olha fui hoje o primeiro a chegar a esta tua "Estação"!

O que eu adoro andar de comboio...bom quer dizer, não contado com a estupada que fiz no Egipto de 12 horas à noite num comboio com assentos mais duros que granito mas enfim, adiante...

Olha deliciei-me com a bela música

Beijocas

9:46 PM  
Blogger José Gomes said...

Já tinha saudades destes comentários à Leonor...
Ah, carago, estás já a entrar na filosofia das gentes do norte... até já ouço Sérgio Godinho!
Gostei muito da tua aventura. Mas isso é só o começo...
Boa semana, Leonor.

9:50 PM  
Blogger th said...

É bom viajar contigo, e a conversa foi boa...as fotos "quentes", como convém, com o frio que tem estado, parabéns ao Vi. Um beijinho para ti e prepara-te que no norte, de Inverno, os lençois até parece que estão molhados...lol

11:00 PM  
Blogger Betty Branco Martins said...

Querida Leonor

Foi uma viagem e peras!!!

Mas tu na tua "arte" aqui deixaste um post fantástico, a não perder!


Beijinhos

11:07 PM  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Leonor
A facilidade com que contas, com enredo sempre interessante, uma situação do dia-à-dia deixa-me sempre com um sorriso nos lábios. Parece fácil escrever assim, mas não é... Quase te pegava ao colo para chegares lá cima, lol.
Um beijo
Daniel

11:33 PM  
Anonymous Anonymous said...

Leonor!
mais um excelente texto!
Ler os teus posts, mesmo que sejam sobre passagens simples da nossa vida, torna-se gratificante.
Beijinho grande,

12:39 AM  
Blogger António said...

Minha querida Leonor!
É sempre uma delícia ler os teus posts, escritos de uma forma deliciosamente simples e informal e salpicados de umas pílulas de cultura que só fazem bem à saúde...eh eh
Mais uma vez gostei muito.
(uma dúvida restou: afinal quem foi o teu anjo salvador? Santa Apolónia? ah ah )

Beijinhos

8:38 AM  
Blogger Isabel-F. said...

Oi...
gostei da tua viagem... e ainda me ri um bom pedaço, imaginando-te nessas peripécias.

Beijinhos

9:39 AM  
Blogger Henrique Santos said...

No comboio nortado viajei,
e até cá nem parei,
a minha mala arrumei,
com o meu anjo a tirei!

Cálculos científicos eu fiz,
como eles, no quadro a giz,
deu certo, foi uma vitória,
e cheguei a casa em glória!

Que grande viagem...
Bjinhos Ricky

12:33 PM  
Blogger augustoM said...

Não posso acreditar que não te sintas confortável no comboio. Viajar de combóio, especialmente quanto mais velhos melhor, é épico, é como dizes etéreo. Eu adoro comboios, em especial a vapor. O cheiro das solipas das linhas é uma delícia, o fumo a entrar pelas janelas é um bálsamo, os solavancos, um conforto com ar de massagem, o apito estridente, um sinfonia. Talvez não acredites mas a lembrança mais antiga, quando eu tinha cerca de três anos de idade, é precisamente do comboio que nos levava de férias para a Castanheira do Ribatejo.
Um grande sonho era uma vijem no Expresso do Oriente. Carago tens de aprender a gostar dos comboios.
Um beijo. Augusto
Um beijo. Augusto

2:08 PM  
Blogger Furão said...

Eis como com uma viagenzinha apenas se consegue cativar, divertir, e até aprender um pouco de Física. Quanto ao anjo, fico com inveja. Era capaz de andar à porrada para ser o primeiro a ajudar, carago!

:)

Bjs

4:06 PM  
Anonymous VP said...

Com a facilidade que escreves ainda te hei-de ver conseguir pôr tudo a chorar no funeral de uma cebôla...

Parabéns, continua, que eu quero deixar de trabalhar...

VP

5:59 PM  
Blogger Caracolinha said...

Querida, parei aqui na tua estação para descarregar uma quantidade industrial de beijocas encaracoladas .... aí o que eu gosto do godinho e desta música !!!!

7:10 PM  
Blogger UGAJU said...

Anjo? Ainda acreditas no Pai Natal? F=mg foi simplificado por Newton?
Gaja, vou ficar aqui no Alentejo não vá cair-me uma maçã na tola!
Abraços

7:27 PM  
Blogger AS said...

Começas a ser uma verdadeira mulher do norte, sem perderes o temperamento sulista que sempre se revela nos mais pequenos pormenores.

Um abraço grande...

9:59 PM  
Blogger Leonoretta said...

para o VP

infelizmente, ja sabemos que nao sao os lucros das ediçoes que nos garante o palacio da cerca.

beijinhos da leonoreta

10:08 PM  
Blogger António said...

Obrigado pela visita e comentário.
Ah...não estás a precisar de um bom motorista?

Beijinhos

10:09 PM  
Blogger Dumb said...

Só não entendo é porque demoraste tanto tempo a "cair" para o comboio.

Aquela chegada a S.Bento é demais...

10:17 PM  
Anonymous Friedrich said...

Mas afinal, agora trocaste o Sul ensolarado pelo Porto cinzentão, não me digam que te fizeram uma maldade dessas?...
Bom, resta-nos o tempo disponível das tuas viagens para saborearmos estes magníficos textos; e linhas nem sequer se dá por elas... Digamos, que é o teu período de descanso para a reflexão.

Beijos, boa semana!

12:36 AM  
Blogger JLBM said...

Muito bem...sempre a aprender...mas acho que falta uma virgula na fórmula principal:

F=(M1xM2x0000000000667/D²) então estarias a fazer o seguinte:

F=(M1xM2x667/D²)

E de dizer que:
D = distância entre os objectos

;)

2:51 PM  
Anonymous Anonymous said...

Boa tarde Leonoretta,
Belas flashadas as do teu VP! E belas viagens as tuas, seja qual fôr o veiculo.

Beijinho
Ana Joana

5:30 PM  
Blogger Aromas Do Mar said...

Eu sei que sou uma desnaturada, que há muito não te visito e nem sabes tu o qt me arrependi, porque tenho perdido coisa e da boa, como se diz cá no Minho, ah poix é...:)

Adorei, mas eu vou tantas vezes de combóio e nunca me acontecem desses cenários e às vezes davam-me tanto jeito, porque 3h de tédio é muito tempooooooooooooooooo.

Beijokas boas a dividir aí pelo VP

Lina

8:15 PM  
Anonymous batista filho said...

Mundo real a esperar-nos num comboio que passa... e foste, e foste bem, menina!
Um beijo saudoso. Lembranças ao VP.

1:03 AM  
Anonymous Filipe Freitas said...

Leonor:
O VP também merece os parabéns pelas bonitas fotografias da Estação do Oriente !
Um Abraço.

1:48 AM  
Blogger webdreamer said...

Só para dizer que achei este blog bastante interessante... Especialmente por tornar muito agrádaveis de ler coisas que a príncipio se podiam julgar banais...

8:10 AM  
Anonymous Ze said...

Uma viagem de comboio é sempre um espanto !
Um PC portátil ? Quem me dera.
Passava a vida com ele. ( E a bateria aguentava ? )
Um óptimo fim de semana e bom regresso a Fão.

9:23 AM  
Anonymous Arte por um Canudo 2 said...

Ai, esse anjo invisivel sempre pronto a dar uma ajudinha à amiga Leonoretta.Excelente texto!É um prazer ler o que escreves.Bom fim de semana.Abraço.

5:25 PM  
Blogger Leonoretta said...

PARA ANA JOANA


ola Ana Joana.
boas flashadas as do VP. é o hobby dele elevado de há muitos elevado ao máximo.

quanto às viagens, nem tanto, nem tanto... podia ser por telecinésia.
é que eu já não sou assim tao novinha como isso.

beijinhos da leonoreta

9:24 PM  
Anonymous Anonymous said...

Quando me referi às belas viagens que nos fazes fazer, referia-me aqueles sitios sem espaço que nos fazem derreter! (upsss, acho que estou a rimar como o nosso amigo Ricky rssss!)

Bom fim de semana para ti, VP e "putos". Beijinhosssssss tantos

Ana Joana

12:16 PM  
Blogger Aromas Do Mar said...

Leonoretta, aquele espaço é das duas Linas que tu conheceste naquele jantar, lembras? ;)

Eu sou a revoltosa, a do norte carago, a azulinha é a que está mais perto de ti, isto é qd tu estás para sul eheheheh.

Beijokas gordas a dividir

Lina (mar revolto)

1:38 PM  
Blogger Poesia Portuguesa said...

Excelente!!!

Para a próxima avisa, uma hora de espera na estação de Campanhã? Tinhamos tomado café juntas... eheh

Um abraço ;)

6:01 PM  
Blogger Poesia Portuguesa said...

Dar-te um abraço saudoso?

Claro que ia!!

Conversámos tão pouco...

Abraço carinhoso ;)

7:28 PM  
Blogger Leonor C.(nokinhas) said...

Então ainda não te tinhas lembrado do cambóio?... Só te digo que nós, mulheres de metro e meio, ainda chegamos para pôr uma mala lá em riba, depois... olha depois contamos com a ajuda da senhora Gravidade! Cai sempre para baixo, não há que ter dúvidas!
Quanto ao frio, põe leçolinhos de flanela...

Bjs.

Leonor

(isto está mau para as andorinhas...)

9:25 PM  
Anonymous elsa lomba anjos said...

Pois é miga pá semana bamos biajar ambas as duas tá?E eu tiro os bilhetes com a devida antecedencia ,lá pa quarta feira que bai ser dia de S.Salário já eu bou ao murtibãonco sacar-los e depois bou de voleia pó outro lado conbosco que há-de lá tar á tua puorta o Albarito pa me lebar pa casa.Eh eh eh eh eh .Beijos e abraços da amiga Elsa que já é meia parôla /meia africana...

8:44 PM  
Anonymous Anonymous said...

Cool blog, interesting information... Keep it UP Ring of fire phoenix Cheap calling cards for cuba Basketball career scoring leader 321gold billions for bankers debts for people emry Acne beauty tips diaper pants

2:40 AM  

Post a Comment

<< Home