Ex Improviso

Mínimo sou, mas quando ao Nada empresto a minha elementar realidade, o Nada é só o Resto. Reinaldo Ferreira

My Photo
Name:
Location: Lisboa, Portugal

Dizem que sou como o sol mas com nuvens como na Cornualha

Wednesday, October 19, 2005

Sexta feira é o dia da alegria


Foto gentilmente cedida pelo Al do Divina Decadência


Sexta feira é o dia da alegria. Amanhã não há escola e nem no outro dia.

Não é que eu não goste da escola porque ser professora realiza-me o espírito, embora eu também tivesse gostado de ser polícia ou hospedeira, daquelas que andam nos aviões. Todavia estas duas últimas vocações foram-me frustradas logo à partida pelo meu limitado metro e meio de altura.

Volvidos tantos anos ainda me lembro da quebra de espectativas numa carreira que se anunciava promissora como se fosse hoje.

É aqui que se fazem as inscrições para a polícia? – perguntei na esquadra.

E o polícia de serviço à secretária, interrompendo a sua escrita numa Azert negra imponente nas suas teclas redondas que causavam cãimbras, principalmente no dedo mindinho, pela força feita ao carregar nelas, levantou os olhos para mim e perguntou - me incrédulo:

É para ti filha?

O tom familiar da pergunta advinha da minha pouca idade na altura, vinte e cinco anos que mais pareciam quinze.

Sim! Respondi de cara feliz.

E ele abanou a cabeça dizendo que não.

Não? Porquê? perguntei, vendo o meu futuro de farda aprumadinha ir por água abaixo.

Porque é preciso ter 1m e 65 cm no mínimo.

Fiquei desolada. Não obstante, um pouco mais tarde eu achava contentamento naquilo que sou hoje profissionalmente empurrada pelos incentivos da minha avó que me dizia que os alunos me enchiam a casa de tudo, couves, coelhos, galinhas… (mas isso era noutros tempos avó em que os pais respeitavam os professores) e pela pergunta retórica do meu primogénito quando o ajudava a estudar de véspera para os testes: mami, porque é que as minhas professoras não são como tu?

Então a sexta feira é o dia da alegria porque é o dia em que eu pego na minha mala preta, tão pequena como eu que, por nunca levar nada do que eu quero lá colocar, me obriga a achar-lhe alçapões onde não os possui e a deitar-me em cima dela a fim de conseguir fechá-la, e… ou apanhar o comboio, ou a camioneta, ou a boleia da Elsa e voar para casa.

Pela noite a começar estrelada passo pela ponte 25 de Abril. Acalmo saudades do Tejo. A falta de luminosidade não me deixa ver a cor das suas águas. Se estão azuis e calmas, se estão verdes e ligeiramente onduladas, se estão barrentas e agitadas. A vista do Cristo Rei diz-me que cheguei.

No Domingo, volto para cima. Passo a ponte da Arrábida. Já de noite também, as margens iluminadas do Douro revelam-me a sua Foz que se estreita sensualmente na direcção do mar.

Começo a gostar de ti ó Douro. Mas não te iludas. Eu não te minto. Os embalos do meu Tejo viverão para sempre no meu coração.


da Leonor

31 Comments:

Blogger José Gomes said...

Desta vez, Leonor, mostras bem a pessoa simples e com uma história sempre à flor dos dedos.
Felizmente que és professora porque polícia... engraçado, não consigo imaginar-te de farda!
Parece que começas a gostar do meu Douro...
Já viste o mar, o põr do sol nas prais da Foz?
E o canto das sereias?
Só precisas do espírito aberto e ouvidos atentos.
Bom fim de semana.
Um abraço

11:37 PM  
Anonymous Anonymous said...

Leonor,
Por vezes os sonhos que temos sofrem alterações por contigências próprias da vida.
Talvez tenha sido melhor assim, porque o ensino ganhou alguém com a arte e sensibilidade, nesta tão nobre e difícil tarefa.
"Os embalos do meu Tejo viverão para sempre no meu coração."
Que linda expressão! Adorei!
Conheço bem o Tejo e o Douro, ambos são majestosos!
Um beijinho, e bom fim de semana.

11:46 PM  
Blogger Miguel Sousa said...

apesar de ter 1,75 vivi uma adolescencia de frustração com a minha altura...é que diziam que tinha jeito para o basket, mas faltava-me uns centimetros..e eu estava apaixonado por aquele desporto..isto chama-se frustração de quem tem barriga cheia

1:29 AM  
Blogger Al said...

Oi Leonoretta,
Quantos rios na tua vida...
E olha que a tua avó tinha razão, aos polícias não se dão legumes.
Fartei-me de rir a imaginar esse teu imenso metro e meio a atirar-se para cima da mala a tentares fechá-la.
És a minha contadora de histórias preferida.
E claro que adorei ver o meu quadro no teu blog, imagina se não, fiquei todo orgulhoso.
Mas se alguma vez voltares a usar um quadro meu não precisas de referenciar a fonte. Estás desde já autorisadíssima.
Então boa viagem na sexta e bom fim-de-semana.
Um beijo

5:27 AM  
Anonymous Colibri said...

«Começo a gostar de ti ó Douro. Mas não te iludas. Eu não te minto. Os embalos do meu Tejo viverão para sempre no meu coração.»
Pronto! Agora o Douro fica triste pois não é o preferido da Professora que outrora quis ser policia e hospedeira.

Nunca vi o Douro, mas o teu Tejo também é meu e de facto não me vejo a escolher outro Rio para ser o meu iro de eleição!

11:28 AM  
Blogger Isabel-F. said...

Oi Leonor...

essa de teres pensado em ser polícia não sabia...olha que não estou nada a ver-te nesse papel...

pois... tb eu gosto das 6ª feiras...pois às 18h00 inicia-se o meu fim de semana... e quem sabe a gente não se vê por aí...???

beijinhos

12:01 PM  
Anonymous Anonymous said...

Bela Leonoretta,
A gargalhada que eu dei ao "visualizar-te" fardadinha de policia, a fintares os mauzões com a arte que te é peculiar!!!eheheheh
De certeza que eles não te levariam a melhor!
Ainda bem que são necessários os tais 1,65m para se ser policia porque assim acabaste por optar por intervir a montante, reduzindo a necessidade de intervenção a jusante! Mais pontos a teu favor!!!

Agora só uma perguntinha: "Sexta feira é o dia da alegria" - O DIA? Só um dia da alegria???? Então e o sábado?ehehe e os outros todos????

Bons dias de alegria e boa viagem. Beijinhosss
Ana Joana

1:23 PM  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Leonor
Esqueces o Ave e o Cávado, entre os quais labutas. E os rios são água doce, estradas de outrora, espelhos de agora, brilhos nos nossos olhos... seja Tejo, seja Douro, o que importa mesmo é quem os olha e vê... foi isso que vi.
Um beijo
Daniel

3:08 PM  
Blogger Betty Branco Martins said...

Querida Leonor

Já "fechei" os olhos varias vezes - para que as minha forças interiores me levassem até ti, vestida de policia, quiçá a multar-me! Não, não cheguei até lá! Não consigo imaginar!!!

Setôrinha... tem um jeito único de contar pequenos detalhes do dia à dia, que os transforma em delicias para os olhos de quem te lê :)

Beijos

5:00 PM  
Anonymous Friedrich said...

Nem a policia sonhará nunca o elemento importante que perdeu, só por causa de uns míseros quinze centímetros… Isto só visto!
Mas é assim, perdem-se grandes profissionais só por isto e aquilo que não se possui. Deveria ser assim também para deputados e políticos, Marques Mendes não tinha altura… A ministra de educação deveria ser obrigado a ter seis dedos em cada mão. E os governantes deveriam repor do seu bolso as asneiradas que faziam.

Mas em contrapartida os teus alunos ganharam metro e meio de talento e profissionalismo que os ajudará a entender de como um centímetro por vezes faz toda a diferença.

Beijos

5:08 PM  
Anonymous Ze said...

E o Sábado e Domingo são igualmente dias de Alegria. Desde que ela esteja em ti. Um abraço.

6:26 PM  
Blogger Leonoretta said...

para Ana Joana

o fim de semana todinho e de alegria pois claro.

mas sexta é o dia do vou para a festa, rssssssssss
enquanto que o domingo e o dia do venho da festa, buaaaaaaaaaa

beijinhos da leonoreta

9:22 PM  
Blogger Mocho Falante said...

Leonor...

ficas a saber que os pequenos chegam a todo o lado....

E se não foste policia foi porque o destino determinou que tinhas outra vocação e eu acho que o destino acertou em cheio

Uma beijoca

11:11 PM  
Anonymous Filipe Freitas said...

Polícia.... não podia ser !...
Mas "nasceu" uma Boa Professora !!!
Um Abraço.

1:41 AM  
Anonymous JMC said...

Mais uma história, em que partilha com os seus leitores, passagens da sua vida, e de como as vê, nas alegrias/tristezas, desilusões ou coisas positivas e bonitas que acontecem ao longo da nossa existencia, mas o importante é o seguir em frente não desanimar, contornar de forma positiva e corajosa, todos os obstaculos que nos apareçam, e que alguma coisa menos boa que nos tenha acontecido nos sirva positivamente de ajuda e degrau para continuarmos a subir na nossa escala de confiança, saber e experiencia.
Gostei muito da escolha fotografica, penso que é a ribeira do Porto na foz do Douro.
JMC

8:21 AM  
Blogger nos.intervalos.da.memoria said...

nasci e cresci (e vou crescendo) à beira do tejo. já o subi. é uma bela viagem. adoro a vista das duas margens pela 25 de abril e mesmo pela vasco da gama.
conheci o douro o ano passado. bonito também, visto à noite da ribeira do porto então.
mas seja qual for o rio ou a margem, é sempre bom regressar a casa.

bjs e bom fim-de-semana...

2:48 PM  
Blogger O Micróbio said...

Também o Tejo é referência para mim, ou não fosse eu um alfacinha de gema... sem tirar o encanto ao Douro que aprendi a apreciar nos 6 meses que vivi no Porto!

4:16 PM  
Blogger Ana Maria said...

uma lisboeta cá no Porto-carago eu não sabia-hihihi

então dás aulas cá aos tripeiros....
leonor o Tejo é prata o Douro é ouro tal como o que escreves.
gostei muito da tua rotina, das tuas vontades aqui expressadas.acho que o teu texto é a tua vida, a minha, a dele,a dela....

4:22 PM  
Blogger António said...

Ó Leonor saltitona!
Saltitona?
Porque tratas vários temas no mesmo post (mas de forma cativante).
A tua escrita é fluente e segue as linhas invisíveis do imprevisto.
Talvez por isso é um prazer ler-te minha amiguinha (com metro e meia não passas de amiguinha, certo?).
Mas sempre ouvi dizer que os homens (e as mulheres) não se medem aos palmos.
E tu és, seguramente, mais uma confirmação da regra!
Bom fim de semana na margem esquerda.
Eu fico-me pela margem direita...do outro rio!
Beijinhos

4:40 PM  
Blogger augustoM said...

A ambiguidade do fim de semana, a alegria da partida e a tristeza do regresso. Já passei por isso durante muito tempo. Mas mudemos de assunto. Com que então polícia. Estou a ver que tens espírito de mandona, ou era só pela farda. Esperava tudo menos essa vocação de chui, não faz mal nenhum, eu tembém quiz ser marinheiro e fiquei encalhado em terra. Sonhos que se evaporam.
Um beijo. Augusto

5:28 PM  
Blogger Henrique Santos said...

E... se fôr sexta feira treze?
Cá por mim é sempre igual... alegria do fim de semana... Esta é excepção, bem tento mas... sem condições... Mas não há mal que sempre dure... n'é?
Bjinho ricky

5:31 PM  
Blogger AS said...

És o verso certo e perfeito
Que trás consigo a força do que diz
És a arte, a palavra e o jeito
De quem sabe ensinar o aprendiz!

Querida Leonor, sei que te vais apaixonar pelo Douro... um dia!

Um grande abraço

6:56 PM  
Blogger Betty Branco Martins said...

Querida Leonor

Passei... por aqui para te deixar


Um beijo Grande

Bom fim de semana

1:52 PM  
Blogger Leonoretta said...

para o JMC

seguir em frente é mesmo o único caminho possível... mesmo quando se anda por atalhos... é o tal escrever direito por linhas tortas dos deterministas...


gosto das suas visitas sempre fieis

abraço da leonoreta

5:59 PM  
Blogger Al said...

Oi Leonoretta,
Bfs!
Percebeste bem sim, sou pintor.
Pensei que soubesses.
Quase tudo, fotos e pintura, que edito no meu blog são de minha autoria.
Obrigado pela consideração, mas insisto, estás à vontade para usar tudo.
Beijo (te)

2:31 AM  
Blogger lazuli said...

Nada é por acaso, e por acaso não foste polícia nem hospedeira. Por acaso és uma óptima professora, e escreves sobre as viagens para além do Douro, nunca com raiva, nunca em desespero. Sempre com um sentimento de paz interior, sempre com a sensibilidade à flor da pele.
Gosto muito de ti..Um beijo. Fernanda G.

3:08 AM  
Anonymous batista filho said...

Leonor: à proporção que nos conhecemos, dentro das limitações que um blog nos impõe, percebo que fatos que hoje até podemos sorrir, ontem pode ter sido motivos de grandes tristezas, como é o caso que relatas neste post... e exatamente por isso mesmo não consegui sorrir, embora a forma muito bem posta por ti induzisse ao riso. Grato por mais esse partilhar.
Um abraço fraterno.

6:12 AM  
Blogger Menina_marota said...

Talvez a Lei deva ser mudada... e, possa haver polícias que apesar de não terem a altura exigida, tenham a doçura e a firmeza de carácter que apresentas...

Gosto de ler-te, Professora... Muito!

O Douro, faz agora parte da minha vida... mas foi o Tejo que me viu nascer. Gosto de ambos...

Um abraço terno ;)

1:06 PM  
Anonymous Anonymous said...

best regards, nice info Rhinoplasty oozing Ringtone for lg verizon wireless phone aston martin prezzi waterbed kit Sport authprity Pressure washer + comparison Israel car rentals http://www.cisco-2.info/Astonmartins.html trenary michigan aston martin cars for sale Auto play feature blackjack game aston martin spark plug wire Pl ambien alabama patent infringement legal Attorney bextra wisconsin 1951 tickford aston martin lagonda

10:56 AM  
Anonymous Anonymous said...

Very cool design! Useful information. Go on! Low 30 year fixed refinancing Strip blackjack games Italy patents

1:43 AM  
Anonymous Anonymous said...

Where did you find it? Interesting read Bikini pictures of lita Webcam in nyc free videos of black girls fucking mature lovers pissing teens images blowjob Big breasts parade Carrot in ass Black video gay free Model paper mill train Gothic gay Private voyeur Gay surfing hardcore fuck Hilton myspace.com paris site My milf neighbor .com Not milfs Black toying fat pussy Tiny tits contests

5:32 PM  

Post a Comment

<< Home