Ex Improviso

Mínimo sou, mas quando ao Nada empresto a minha elementar realidade, o Nada é só o Resto. Reinaldo Ferreira

My Photo
Name:
Location: Lisboa, Portugal

Dizem que sou como o sol mas com nuvens como na Cornualha

Saturday, September 02, 2006

O Palácio da Cerca

Quem já me conhece sabe que eu acredito mais ou menos na reencarnação. Mais ou menos porque reservo sempre um espaço para o agnosticismo não vão as teorias mudar para ai de repente como aquela do planeta Plutão que já não faz parte da família da nossa galáxia.

Assim, graças ao espaço que eu reservo para o caso de é mas também pode não ser, resolvi logo o assunto: quando eu e os miúdos fizermos os planetas em plasticina poupamos um pauzinho, o que se forem vinte e três alunos, já dá vinte e três pauzinhos, o que é muita plasticina.

O assunto da reencarnação veio, neste artigo, a propósito de eu ter sensações de Déjá Vú quando visito palácios ou castelos. Sinto que já fui alguém muito importante noutra vida e que aquela vida palaciana não me é estranha.

O Palácio da cerca fica muito perto da minha casa. Gasto dez minutos a pé a chegar até lá, caminhando devagar. Tem um espaço enorme logo à entrada onde eu poderia arrumar o carro como eu quisesse sem me preocupar com estacionamentos de marcha atrás. Ou melhor ainda. Mandava o criado arrumá-lo.

As árvores são limoeiros.


Da janela da sala do primeiro andar vê-se Lisboa.

Esta sou eu, dona do palácio, enquanto cidadã usufruidora do património público.



O anfiteatro no jardim, onde se fariam noites de poesia, depois de um fausto lanche em que os convidados teriam que levar, uns o PIC e outros o NIC, como manda a etiqueta.


O lago de nenúfares que também serviria para eu dar umas braçadas de crawl no verão se a água não estivesse muito fria.

O fotógrafo.

De momento estou em negociações com a venda do palácio. Estou a ver se baixam mil euros para as despesas de escritura. Creio que tudo correrá bem.

da Leonor

38 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Gostei desta visita pela mão da dona do palácio! Beijos, bom fim de semana.

12:49 PM  
Blogger Leticia Gabian said...

Antes da "venda" a anfitriã poderia abrir as portas da sua "acanhada" habitação para um fim de semana com os pobres mortais, plebeus do lado de baixo do Equador.
Brincadeiras a parte, quero te dizer duas coisas: 1. Em assusntos do espiritismo e da paranormalidade, prefiro desacreditar acreditando, já que também sou dada a inquietantes sensações de Déja Vú.
2. As fotos são perfeitas, maravilhosas, estonteantes. Adorei. Estão de parabéns o fotógrafo, a modelo e o palácio.
Abraços.

5:31 PM  
Blogger AS said...

Em cada palavra sinto a tua identidade plena com a cidade que te viu nascer. E digo-te querida Leonor, que aprecio muito esa tua enorme paixão por Lisboa! Quem não ama as suas raízes nunca poderá ser uma árvore frondosa... e na sombra imensa da árvore que tu és repousam todos os teus sonhos e nascem todos os teus desejos...

Abraço-te com grande amizade!...

6:45 PM  
Blogger augustoM said...

A percepção de vidas passadas, foi a iluminação de Buda,e pelo que vejo és uma boa discípula dele. Como, segundo ele, a nossa existência depende do comportamento das existências anteriores, Leonor, o que é que andaste a fazer no palácio, na outra vida. Foste apanhada a tomar banho em biquini? Mas isso foi uma grande escandaleira.
Um beijo. Augusto
Um beijo. Augusto

9:24 AM  
Blogger Dumb said...

Eu acredito que vś ter sorte, mas sendo de todos também acaba por ser teu, não é?

E logo lá estarei na fila da frente.

10:55 AM  
Blogger GNM said...

Em que belos sítios andas tu!
Que inveja! LOL

Aquele excerto que leste é de um conto (que mais está a resultar num
romante, pois está a passar as 100 páginas) que estou a escrever agora!
I´m glad you like it!

Kisses!

11:40 AM  
Anonymous José Gomes said...

Como sempre, Leonor, senti-me guiado não só pelas tuas palavras mas especialmente por um guia simpático, acolhedor e, pareceu-me, bastante espirituoso.
As fotografias espelham aquilo que sentiste e que tão bem soubeste transmitir virtualmente.
Pensei que fosses mais "científica"! A paranormalidade é um dom que alguns possuem, muitas explicações para estes casos (Déjá Vue) são explicadas pelos científicos desde a nossa "memória fotográfica" que tira um "cliché" no momento e "guarda-o na pasta do passado. Eu prefiro as nossas viagens astrais... sair do nosso corpo e vaguear por aí, sem destino e sem Tempo...
Quanto à reencarnação teremos pano para mangas... cientificamente diz-se que não há provas! Mas se nós somos um Organismo em constante evolução (?!!!! - não parece, pois não?) deveremos vir "cá baixo" buscar a perfeição as vezes necessárias que nos permitirá fazer parte do TODO.
Eu penso assim... e já estou a ouvir o "tinoni" a parar à porta de casa e quatro matulões de bata branca e colete prontos para me levar par outro palácio!
Uma boa semana, amiga Leonor.

11:46 AM  
Blogger Mocho Falante said...

mais uma bela visita já tou a ver... era interessante deixares a direcção ou o site do palácio para te fazermos uma visita na hora do chá

beijocas

2:52 PM  
Blogger António said...

Querida Leonor!
Mais uma reportagem fotográfica acompanhada de um texto bem disposto e irónico como é teu apanágio.
Paga em limões!
Pode ser que aceitem...
Obrigado pelo teu comentário ao meu post sobre os 27 anos de casamento.

Beijinhos

2:53 PM  
Blogger lena said...

Leonor, doce amiga, hoje foi aqui que me perdi a ler-te, continuas a deliciar com os teus textos muito actuais, têm a tua chancela, em todos notasse, em cada frase que a tua identificação está presente

hoje tive honras de condensa, fui conduzida pela rainha do palácio e que maravilha, encantei-me

eu mando-te daqui ovos moles que são os doces da região onde vivo, pode ser que dê para a ajuda da compra do palácio e que bem ficavas nele

e sabes doce menina, Lisboa é mesmo linda...

beijos meus e abraço-te sempre com muito carinho até te sentir do lado de lá

lena

4:40 PM  
Blogger Mocho Falante said...

Leonor

já respondi ao teu desafio

podes lá ir ver

beijocas

7:48 PM  
Blogger JLBM said...

Bem, vê-la se me arranjas um "castelo" tambem para mim...estou farto da minha mansão!!! :)


Gostei da visita guiada... ;)

8:03 PM  
Blogger Luna said...

Dizem que nada acontece ao acaso , e para ti que a reencarnãção é uma posibilidade, é dito que voltamos aos mesmos locais e repetimos mais ou menos as mesmas coisas, portanto minha linda , quem sabe...quem sabe...
beijos

8:53 PM  
Blogger APC said...

Curioso!... O Palácio de Queluz fica a cerca de 15 minutos da minha casa e ando há que tempos para falar dele no meu blog também.
Esse, o da Cerca, não conheço, mas achei-o lindo!.. A pureza do branco, a amplitude dos espaços, a paisagem sobre Lisboa...
E, por falar em dejá vú, reparo que há uma figura feminina que vem aparecendo em quase todas as fotografias. É possível que a não vejas (?), e que seja apenas a princesa ou a raínha que outrora foste, não deixando se o ser, que te acompanha por esses locais sagrados que nos mostras. Mas ela está lá, eu vejo-a. E olha que tem muito boa pinta!
;-)))

11:50 PM  
Anonymous Anonymous said...

vim agradecer a passagem pelo meu blog.
gostei muito da visita guida pelo palácio, uma ideia muito original =)

irei passar por aqui mais vezes...

beijinhos***

12:11 AM  
Blogger JL said...

Não conheço, mas fiquei com muita vontade!
Obrigado pela visita ao "Observatório". Volte sempre! Boa semana

12:18 AM  
Blogger Barão da Tróia II said...

Boa dica, também conheço é bem bonito. Este ano vais parar onde? Boa semana.

11:53 AM  
Blogger almaqueabsorveaslagrimas said...

Quem me dera a mim ter um palacio desses. Digo isso mas na verdade era só para viver uns meses. Acho que acabaria por me fartar daquilo. É o que faz ser de Luas..

beijo à querida :D

****

12:36 PM  
Blogger Lord of Erewhon said...

Excluindo a hipótese de ter sido um tijolo... há aí coisa... :)=

10:49 PM  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Leonor
Podes acreditar... há quem confirme e há quem desminta, mas se nos sentimos bem com essa crença, qual é o problema? Nunca seremos neste mundo detentores da verdade, até porque são mistérios, os quais por definição não se descobrem. Eu sou dos crentes :)
Um beijo
Daniel

11:09 PM  
Blogger Menina_marota said...

Ah, princesa de mil luas... sonhadora eterna de estórias de encantar...

Ao ler-te, recordei uma Amiga sonhadora, a quem um dia dediquei este poema. Hoje deixo-o aqui para ti, Princesa da minha Cidade Amada, mas de onde ando fugida, por causa de um mouro encantado...

ela tem
no silêncio,
um segredo,
um mistério,
uma maneira
de dizer,
não desejando
ou talvez esperando
ser compreendida.

Ela tem
um olhar
tamanho
de menina,
para compensar
sua força de mulher.

Essa forma
de escrever
ao mesmo tempo
doce e amarga
faz
parecer uma criança,
tornando seus sentimentos,
cada vez mais fortes que ela.

Lendo-a
a força da gravidade
parecia ser cada
vez maior,
empurrando para
um abraço que,
quase sempre,
por alguma razão
ainda sem explicação,
vem na
voz do silêncio...

Um abraço carinhoso e boa semana ;)

1:06 PM  
Blogger António said...

Querida Leonor!
Obrigado pelo teu comentário de elevado teor científico ao meu post do Becas Larilas.
eh eh

Beijinhos

3:20 PM  
Blogger Arte por um Canudo 2 (No Sapo) said...

Quanto aos planetas até parece que estão em sintonia com o racionamento e com a sua extinção já podes poupar uns pauzinho que podem servir para outras coisas. O "Sócrates" agradece.Agora, não haja dúvida que pose não te falta para dona do palácio.E por falar nele, gostei muito da visita que me foi proporcionada, até pq não conhecia.Bjs

1:45 AM  
Blogger Caracolinha said...

Lindos (as) :

O texto
As fotos

Estou de regreso para deixar beijoca encaracolada em saudade :)

1:24 PM  
Blogger pitanga said...

Bom, muito bom este lugar aqui. Há ar fresco sem frescuras. Vim seguindo os voos do Mocho. E Letícia também está aqui! Essa bahianinha chega sempre na frente, e Frog e Luna e Menina Marota. Como é que eu não tinha descoberto esse cantinho antes? Posso voltar?
PS: quanto a dejà vu ficaríamos aqui a tarde inteira.
beijos pitangueiros

5:36 PM  
Anonymous manuel maria said...

Bela reportagem... a vista sobre Lisboa soberba!

6:13 PM  
Blogger Henrique Santos said...

Depois duma "sabática" de blogs, férias de rotinas, ainda que por vezes saborosas, para entretanto fazer outras coisas importantes... lêr, pôr em dia leituras há muito programadas e desejadas, e saborear os netos... ainda por cima tinha um impedimento "viral" no meu PC que me impedia de ir aos blogs... ainda agora me levantou um obstáculo, mas por enquanto foi ultrapassado... Coisas...
Como Senhora Dona deste Palácio, certamente no mínimo Duquesa, eu comprava, comprava, mas n'ã tenho guita, sou plebeu mesmo rasca, que os há bem recheados... mas o fotógrafo é bom, sim senhor, por ele isso vende-se em menos dum fósforo... Eu não acredito em reencarnações mas sim em ressurreição, o que me dá menos valor ao palácio... se cá não volto, vale menos n'é?
Vou lêr coisas deste blog que tanto gosto...
Bjinho Ricky

7:42 PM  
Blogger pitanga said...

Olha, já te adicionei aos favoritos, que para te linkar é todo um processo kármico!! Ainda sou novata no assunto e às vezes "forças ocultas" dominam o computador.
beijos e pra vocês boa noite que aqui ainda são quatro horas.

8:24 PM  
Blogger Professorinha said...

O Palácio fica-te bem :-)

Obrigada pela visita e comentário no meu bloguito. Beijinhos

10:32 PM  
Blogger avelana said...

boa estadia então

11:19 PM  
Blogger MT said...

Não conhecia, mas tenho de dar lá um salto, isto é ...se a dona não se importar.

Beijinhos

8:40 AM  
Blogger Eli said...

Obrigada pelas palavras deixada lá no meu Diário.

Sê sempre bem-vinda.

Beijokas

1:11 PM  
Blogger o lápis said...

Acreditando na reencarnação por motivos diferentes dos teus (embora tb tenha os "déja vú" da praxe), gostei principalmente de saber o Palacio pintado de fresco :) não foi assim que conheci os seus jardins e sempre lamentei que esse espaço não fosse mais conhecido...é sem duvida um dos locais onde se pode melhor admirar Lx e usufruir de um belissimo entardecer!

Quanto a si :)) carissima futura proprietária :)) votos de uma escritura económica para bem rapido ver realizado esse pic nic :))

beijinhos

Van

1:55 PM  
Blogger jorgeferrorosa said...

O blog está uma maravilha, harmonia entre assuntos e imagens. Parabéns pelo trabalho.
Beijinhos e bom fim-de-semana.
Caderno da Alma

8:25 PM  
Anonymous Conchita Machado said...

Olá Leonoretta,
Aqui novamente
admirando!...
estas belíssimas
fotos!!!
que por si já falam...

Então esta
Música/intérprete!...
(como já aqui referi)

Sempre muito
Bem-Vinda

Fim de semana
muito muito feliz

DoceBeijinho
ConchitaMachado

10:11 PM  
Blogger SaltaPocinhas said...

eu às vezes também tenho sensções de dejá vu, até adivinho diálogos e tudo. Mas não acredito na reencarnação...E uma das coisas que me faz não acreditar é que toda a gente que acredita era rainha, ou princesa, ou a cleopatra...Quando eu ouvir alguém dizer "na outra encarnação eu era criada" ou "era pobre", vou começar a acreditar.
O teu desafio não está esquecido, mas tive uma semana de arrasar...vamos ver se é neste fim de semana!

1:00 AM  
Blogger SaltaPocinhas said...

e já agora quando o negocio estiver resolvido vê lá se convidas euzinha para um lanche e umas braçadas na piscina!

1:01 AM  
Blogger batista filho said...

Não com a assiduidade que eu gostaria, mas não poderia deixar de te visitar, amiga.
Adorei o texto, as imagens (parabenize o fotógrafo por mim, tá?)
Um abraço fraterno e saudoso.

PS. Creio na reencarnação. Nenhuma dúvida a respeito.

1:52 AM  

Post a Comment

<< Home