Ex Improviso

Mínimo sou, mas quando ao Nada empresto a minha elementar realidade, o Nada é só o Resto. Reinaldo Ferreira

My Photo
Name:
Location: Lisboa, Portugal

Dizem que sou como o sol mas com nuvens como na Cornualha

Friday, August 25, 2006

O Desafio de APC

Mais um desafio que me lançaram, desta vez foi a APC do Camuflagens, e ao qual respondo com muito agrado porque gosto de desafios, principalmente quando são difíceis como este onde o assunto se mostra complexo: falar de sete questões aleatórias sobre mim.

Em primeiro lugar, tal como a Paula também gosto do número 7. e do 3, e do 5 e do 11. acho-os todos mágicos. Ah! Mas as capicuas… as capicuas levam-me a um estado de segurança plena numa fé incontrolável no inexplicável estapafúrdio, em tudo o que faço. Se a matrícula do carro for uma capicua mando logo embrulhar mesmo se ele for verde alface.

Em segundo lugar, não estou a responder aleatoriamente às questões: quando falamos sobre nós elas são sempre pensadas. E assim estou a ser racional (3) embora, paradoxalmente eu viva à tona das emoções, (4) de tal modo que já rotularam o meu temperamento de espontaneidade excêntrica quando, extemporaneamente (5), tenho a reacção ou faço surtir o efeito da causa, tarde demais.

Faltam mais duas questões.
Eu conheço-me mas pedi ajuda cá em casa na enumeração dos meus defeitos e qualidades para evitar aquela coisa desagradável que se forma entre a imagem real e a imagem virtual, ou seja, evitar aquela mania que temos de julgar que somos um exemplar para a humanidade.

Os defeitos saíram de rajada. Quanto às qualidades, embasbacavam, hesitavam, demoravam… o que me deixou intrigada e, principalmente, algo furiosa, quase a explodir. Então eu não tinha qualidades? Ora esta!!!

Defeitos:

Forreta
(que mentira! Vingança deles porque não os deixo colocar mais que uma fatia de queijo no pão)

Picuinhas, porque se é é, e se não é, não é, mas uma vez sendo tem que ser.

Qualidades:

Brincalhona e inteligente. Ok! Gostei. Mais!... Generosa. Empenhada.
Esperem lá! Como é que eu sou generosa quando sou forreta?
Pois! Havia aqui uma contradição.

De modo que quando afirmaram que eu era empenhada no que fazia não sabiam se qualificar o meu empenhamento como defeito ou qualidade na medida em que ele tocava os píncaros do fanatismo.

Bom! Como faltam duas questões eu arrisco por mim própria.

Sou despassarada, e nos voos que faço lá pelo alto, tão alto, quase sempre caio a pique, perdendo penas na queda livre e estatelando-me no asfalto, para depois, na minha natureza despassarada, levantar-me, sacudir as penas que restam e levantar voo novamente.

Sou desenrascada, e no meu querer quase lunático de querer ultrapassar obstáculos tenho atitudes completamente líricas como enveredar por vias de sentido proibido ou meter-me à frente da camioneta para o motorista me abrir a porta. Claro que meter-me na frente do metro está fora de questão.

da Leonor
E agora porque é da praxe passo o desafio à
- Salta Pocinhas
- Letícia Gabian
- Silence Box
- Menina Marota
- Jota do Chat Blog
- Mocho Falante
- Rachelinha

24 Comments:

Blogger APC said...

Sim senhora... Ela prometeu e cumpriu! (não é como os políticos, isto raiando agora o senso-comum extremado, lol).
E que giro que foi ler-te, Leonor... Olha:
Não sei onde apanhámos essa, mas eu e o meu ex, sempre que bebíamos um café de máquina dentro do carro, à chegada do emprego ou da univ., fazíamos por surpreender o outro (o outro de nós, não um 3º;-) com um beijo ao "soar" (silencioso) de uma capicua no relógio digital. Enfim... :-)
Depois lembraste-me um episódio bem actual: há dias tive que preencher um questionário de candidatura que uma empresa me enviou por mail, isto no contexto de um processo de selecção em que me encontrava investida. Pediam lá defeitos e qualidades. As últimas foi fácil (eheheheh), já defeitos que eu pudesse elencar sem colocar em risco a oportunidade profissional, era difícil. Vai daí, peguei na minha amiga de infância e deleguei-lhe tal missão. Está bom de ver que foi o seu grande momento!;-)
Por fim, tenho a referir que a generosidade é, não só uma das qualidades que mais valorizo nas pessoas, como - bem sei que o sabes :-) - ultrapassa em muito a questão da "forretice" trivial.
Porém, isso da contenção de fatias de queijo chocou-me deveras!Poderia lá eu viver com apenas uma fatia de queijo por sandes (no way, Jose)!!! De certeza que não queres reconsiderar? É que suspeito que o pessoal aí de casa esteja em grande e justificado sofrimento! ;-)))
Muito bem assumido o desafio; com o "despassaramento" dos génios (pois "é preciso um grande caos interior para se parir uma estrela")!
Um abração!:-)

6:35 AM  
Blogger António said...

Querida Leonor!
Gostei particularmente que dissesses que és despassarada.
É que eu não gosto nada da passarada (sujam tudo).
Estou a falar de pássaros com penas, claro!

Beijinhos

9:23 AM  
Blogger a sua vizinha said...

Lá isso é verdade, os homens sabem sempre dizer os nossos defeitos, mas esquecem-se que sem nós não são nada! Deixe á, não se rale e tenha um bom fim de semana!

Beijinhos da Diólinda

10:18 AM  
Blogger Ranhette du Nez said...

Ça vas Leonorete.
Alors, tu est despassaré?
Oh, didon!

Ranhette

11:21 AM  
Blogger Paula Raposo said...

Ficou excelente este teu post! E nós, a conhecer-te mais um pouco. Beijinhos, bom fim de semana.

1:15 PM  
Blogger AS said...

Querida Leonor, confesso que este teu post não me surpreendeu!... Eu sabia que és assim!... Nunca mudes minha querida...

Um beijo e bom fim de semana

3:40 PM  
Anonymous Anonymous said...

Olá, Leonor!

Como sempre, uma bela escrita que resume com simplicidade as tuas grandes qualidades!

Que tenhas um bom fim de semana!
Bjs

9:56 PM  
Anonymous Friedrich said...

Se não fossem os teus defeitos, não serias tu. Só com as virtudes ficarias aquém daquilo que realmente és... Sorrisos.

1:07 AM  
Blogger Leticia Gabian said...

Oi, querida!
Como já participei de uma desafio parecido (como pode ver lá no S&T),vou apenas complementar com sete defeitos:
1. Costumo me atirar de qualquer altura -como sou impulsiva, ajo antes de parar para pensar. E ajo movida pela paixão do coração.
2. Não sei lidar com dinheiro.
3. Não consigo disfarçar meus sentimentos, em nenhuma ocasião/situação.
4. Sou ansiosa.
5. Sou ciumenta.
6. Sou riso frouxo(não consigo prender a risada, nas piores situações - naquelas onde não caberia nem um sorriso de canto de boca).
7. Sou torneira aberta pra chorar.(com facilidade me pego às lágrimas, sem conseguir contê-las de jeito nenhum).

Abração pra ti e me senti honradíssima por ter me incluído no meio de outras amigas tuas. Muito obrigada, mesmo.

1:22 AM  
Blogger vida de vidro said...

Bom ,é a primeira vez que aqui venho e já fiquei a conhecer alguma coisa de ti. Acho que foi um bom ponto de partida! :)**

11:18 AM  
Anonymous Anonymous said...

Isto não se faz!

Vinha aqui eu, deliciar-me com a tua escrita e zás! Deparo-me com aquela "rasteira"!

Bem...logo venho acabar de te ler, porque tenho o almoço no forno e só vim aqui mesmo dar um olá... mas já me "despassaraste" toda... eheh

Beijinhos e bom domingo ;)

12:56 PM  
Blogger Menina_marota said...

Isto não se faz!

Vinha aqui eu, deliciar-me com a tua escrita e zás! Deparo-me com aquela "rasteira"!

Bem...logo venho acabar de te ler, porque tenho o almoço no forno e só vim aqui mesmo dar um olá... mas já me "despassaraste" toda... eheh

Beijinhos e bom domingo ;)

12:57 PM  
Blogger augustoM said...

Olá Leonor.
Não conheço o questionário, mas para mim as qualidades e os defeitos resumo-os da seguinte forma: as virtudes, é aquilo que deve fazer parte de nós, por isso,normais, não devem ser enaltecidas. Os defeitos são as virtudes que apregoamos, mas que não fazem parte de nós.
Um beijo. Augusto

1:56 PM  
Blogger Arte por um Canudo 2 (No Sapo) said...

Respostas na ponta da língua como se costuma dizer.Bem...mais umas qualidades reveladas mas que já não são surpresa nenhuma, porque quem visita a tua escrita já as conseguiu verificar.Os defeitos é que são surpresa...Esta do "despassarada" - que não gosta de passarada, será????. Beijinhos

12:34 PM  
Blogger batista filho said...

Leonor, ter desativado o "ilha..." não significa ter esquecido os blogs a que me afeiçoei. Digo pois, "presente"!
... ri a bom rir desse post, onde tuas palavras provocaram cócegas em minh'alma!!!
Um abraço fraterno, extensivo ao VP.

12:57 PM  
Blogger JLBM said...

Bem, já está...aceitei o desafio e coloquei o post...espero que esteja razoavel... :)

5:58 PM  
Blogger O Micróbio II said...

Certamente usaria sem dúvida a ironia (não o humor) para responder a um desafio mas nunca teria receio de mostrar um comentário onde demonstrasse o meu horror a tais desafios...

11:05 PM  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Leonor
Inteligente? Sem dúvida! Haveria mais a dizer, mas...
Um beijo
Daniel

5:24 PM  
Blogger Luna said...

venho agradecer a tua passagem no meu cantinho
beijinhos

7:30 PM  
Blogger APC said...

Hei... Não há mais improvisos?
Hoje senti-me uma "leonoretta", pelo facto da minha fonte de inspiração ter sido um episódio do quotidiano doméstico. :-)
Um beijinh*

10:51 PM  
Blogger Miguel Sousa said...

eh eh eh gostei....quanto a seres forreta por causa de só deixares meter uma fatia de queijo no pão, diria que não, antes uma mulher bem informada..

1:30 AM  
Blogger viajante said...

Leono: A Travessa Larga teve o seu tempo. Agora viajamos em TRAnS-ATLÂNTICO. Um bocadinho parecido com os meus amados cacilheiros...
Abraço

1:20 PM  
Anonymous Nes said...

Não resisti e passei para "cuscar" outras respostas ao desafio da querida APC. Gostei muito de te ler.

Reconheço-te mais uma qualidade: encaras com diversão os "disparates" do quotidiano! Óptimo sentido de humor, portanto!

12:51 PM  
Blogger Menina_marota said...

Para cumprir o prometido, aqui estou a ler devidamente o teu texto.

Gostaria de responder devidamente, mas falar de mim, em 7 questões?

Isso é impossivel, estás a ver, tinha que falar do meu papagaio, do meu casal de arapongas, dos meus peixes, dos meus cãezinhos, do meu Tareco, que desapareceu e nunca mais voltou, das minhas flores, do meu pessegueiro anão, que tem 9 pessegos, da minha morangueira, que já deu 5 morangos (que o meu filho comeu, o malvado...) e agora tem outros 5 a amadurecer...do tempo que perco a dar corda aos relógios de parede...

Já para não falar de mil colecções que faço, que até tenho vergonha de aqui dizer...

Da minha paixão por Poesia...pelo mar, pelo pôr do sol que vejo da minha janela, que até me esqueço da comida que está ao lume e queimo sempre o arroz...

Como é que eu posso falar de mim?

Nunca mais saía daqui, porque o meu pior defeito, não é nunca mais me calar, quando começo a conversar. É não parar de escrever...

As minhas qualidades... ah... essas... pois...acho que o meu filho deve saber bem, porque me leva sempre à certa e depois diz que tenho coração mole!

Mas isso não é um defeito(?), já me estou a baralhar toda, deve ser do sono...

... por isso deixo um beijinho de boa noite e vou dormir... ;)

3:36 AM  

Post a Comment

<< Home